<!-- --><!-- --><style type="text/css">@import url(https://www.blogger.com/static/v1/v-css/navbar/3334278262-classic.css); div.b-mobile {display:none;} </style> </head><BODY><script type="text/javascript"> function setAttributeOnload(object, attribute, val) { if(window.addEventListener) { window.addEventListener('load', function(){ object[attribute] = val; }, false); } else { window.attachEvent('onload', function(){ object[attribute] = val; }); } } </script> <div id="navbar-iframe-container"></div> <script type="text/javascript" src="https://apis.google.com/js/plusone.js"></script> <script type="text/javascript"> gapi.load("gapi.iframes:gapi.iframes.style.bubble", function() { if (gapi.iframes && gapi.iframes.getContext) { gapi.iframes.getContext().openChild({ url: 'https://www.blogger.com/navbar.g?targetBlogID\x3d971792289986803899\x26blogName\x3dMeu+Universo+Feminino\x26publishMode\x3dPUBLISH_MODE_BLOGSPOT\x26navbarType\x3dBLUE\x26layoutType\x3dCLASSIC\x26searchRoot\x3dhttp://meuniversofeminino.blogspot.com/search\x26blogLocale\x3dpt_BR\x26v\x3d2\x26homepageUrl\x3dhttp://meuniversofeminino.blogspot.com/\x26vt\x3d-7379233429670128372', where: document.getElementById("navbar-iframe-container"), id: "navbar-iframe" }); } }); </script><iframe src="http://www.blogger.com/navbar.g?targetBlogID=19449210&amp;blogName=Diario+Ale&amp;publishMode=PUBLISH_MODE_BLOGSPOT&amp;navbarType=TAN&amp;layoutType=CLASSIC&amp;homepageUrl=http%3A%2F%2Fdiarioale.blogspot.com%2F&amp;searchRoot=http%3A%2F%2Fdiarioale.blogspot.com%2Fsearch" marginwidth="0" marginheight="0" scrolling="no" frameborder="0" height="30px" width="100%" id="navbar-iframe" title="Blogger Navigation and Search"></iframe> <div id="space-for-ie"></div>



Definitivamente "Rainha do Lar". Me chamo Mariza, sou mãe, mulher, amiga, profissional da área de administração e serva de Deus! Estou casada há 16 anos com Sérgio , somos pais de TRÊS lindas e abençoadas crianças , Gabriel, Vinícius e Clara ! Como não tinhamos tido filhos biológicos, recebemos dois presentes de Deus através da adoção, Gabriel e Viny. Os meninos chegaram recém nascidos para nossa alegria e se tornaram os "homens da minha vida". A pouco tempo recebemos a notícia que estavámos LIGEIRAMENTE GRÁVIDOS e logo chegou Clara, para completar nossa família! Clara foi o GRANDE MILAGRE do Senhor em nossas vidas, amada, desejada e muito esperada! Nesse espaço quero compartilhar um pouco de minha vida, as maravilhas da maternidade e dividir com vocês parte do meu "Universo Feminino".


2012 - Ano de Mateus - Ano de multiplicação! O melhor ano da história da minha vida !



Companheiro de todas horas.   O homem que escolhi para ser marido e pai dos meus filhos.










Gabriel tem 15 anos, é um gato, simpático, extrovertido e adora mimar a mãe, tá feliz da vida com a notícia que terá mais uma irmãzinha!









Viny tem 8 anos, é lindo, carinhoso, também enche a mamãe de mimos, só que é mais reservado, como o pai, também está empolagadíssimo com a chegada da irmã!








Clara que significa ; A ILUMINADA , nasceu em 10.10.2010, pesando 2,980Kg e medindo 47cm.
Ela é linda,perfeita e saudável, tudo que sonhamos!
Deus é fiel!!








Foram 16 anos de luta, força , Fé e Esperança ! Minha família é herança do Senhor !





Confiram as novidades!






Universo Feminino


Para copiar, coloque o cursor sobre o código,copie usando CTRL + C, para colar CTRL + V.







quinta-feira, 23 de maio de 2013

MAIS UMA HISTÓRIA DE ADOÇÃO

Relato de Michele , vivendo uma linda  história de amor incondicional...


Meu nome é Michelle, tenho 25 anos e me casei em abril de 2010 depois de 7 anos de namoro... Sempre fui apaixonada por crianças e eu e meu marido sempre fizemos planos de ter uma família muito grande( uns 10 filhos rsrs) Isso porque vim de uma família bem grande, com 3 filhos biológicos e 8 adotivos.... sendo eu a mais velha!! 

Queríamos filhos biológicos e filhos do coração também.... Eu queria tanto que achei que engravidaria na lua-de-mel... 

Porém, os meses foram passando e nada... a cada teste negativo eu quase morria de chorar. Porém em  2011, descobri que estava grávida... Festa total... família inteira feliz, logo descobri que eram gêmeas e duas meninas: Helloysa e Milenny. 

Não cabia em mim de felicidade, quartinho rosa, roupinhas em dobro, tudo perfeito.... Porém com 5 meses sofri a Síndrome Ístmo Cervical, onde meu útero não suportou o peso das duas bebês e eu sofri um aborto.

 Meu mundo desabou, não conseguia entender, aceitar, queria morrer... porque comigo???? Isso aconteceu no dia 25 de agosto de 2011. 

Desmontei o quarto, embalei as roupinhas e guardei numa mala....

 Então, no dia 21 de outubro de 2011, uma sexta-feira, estava na casa da minha mãe, quando uma tia minha chegou de um abrigo onde ela estava fazendo um voluntariado, e me disse que estava muito triste, porque lá no abrigo, tinha uma bebezinha de 3 meses que iria ser adotada por um casal, mas eles desistiram quando um exame acusou que ela era soropositiva. 

E que agora ela estava praticamente fora da lista de adoção por isso, pois não era padrão para adoção.... estaria condenada a passar a vida num abrigo.

 Na mesma hora meu coração disparou! Fiquei sem ar e liguei para o meu marido no serviço dele.

 Contei pra ele a história da bebezinha e implorei para irmos lá no abrigo para conhece-la, e tinha que ser ainda naquele dia. Ele ainda estava meio receoso e machucado com nossa perda, mas lá fomos nós... Eu, ele, minha mãe, minha irmã.

 Foi amor a primeira vista! 

Não sei descrever em palavras o que senti, só sabia que ela era minha!!! 

O Elbert ficou só de , longe e não quis segurá-la, estava tão machucado que tinha medo de se apegar e depois não dar certo.... 

Mas eu já sabia, e entendi naquele dia o propósito de Deus em nossas vidas: DEus recolheu nossas meninas, porque naquele momento, Laurinha precisaria de todo o nosso amor pra ela!!! 

No sábado fui na casa da Ass. Social do abrigo expressar minha enorme vontade de ficar com ela, e na segunda feira fui no fórum falar com a promotora, que imdiatamente me deu a guarda provisória da nenem ( isso porque a nenem estava passando muito mal, com uma infecção urinária e teve que ser internada naquele fim de semana, então para que ela não ficasse exposta a outros vírus e bactérias no abrigo, facilitaram todo o processo). 

Fiquei com ela no hospital todos os dias e ela saiu de lá, direto pra casa ( me senti saindo da maternidade rsrs), como Deus já tinha tudo planejado... 

Laurinha chegou em casa e já tinha tudo, pois suas anjinhas Hello e Milenny deixaram tudo prontinho pra ela! 

Sou muito feliz e hoje sei que mais do que ajudar a ela, Deus fez isso para que eu me tornasse um ser humano melhor!!! Laura é minha Vidinha...

 E para que fique claro, ela é super saudável, toma os medicamentos, mas fora isso, ela é perfeita, inteligentíssima e não há riscos nenhum em nossa casa!!!

 Quando o preconceito acabar, menos crianças estarão abandonadas em abrigos porque tem uma doença que não pediram para ter!!!

Bebezinha


Boneca da Mamãe


Simplesmente o AMOR!


Beijos
Até

Frase do dia : Ainda que eu falasse a língua dos anjos, sem AMOR eu nada seria!






postado às 12:13 por:

 




terça-feira, 21 de maio de 2013


MAIS UMA HISTÓRIA DE ADOÇÃO

Relato Déia Ortiz
(mãe do coração João Pedro de 06 anos, e biológica da Rafaella 04 anos e Manuella 11 meses)

A minha maior realização é a de ser mãe com toda certeza e isso se tornou concreto para mim em outubro de 08, foi o dia que segurei meu bebezinho nos braços com 2 dias de vida, assim que saiu do hospital, há 3.000 km da cidade onde moro.

Aquele dia foi um dia incrível, e mais mágico que eu poderia ter vivido.

Tudo começou quando conheci o grupo panelinha do coração, tive o prazer de conversar com a Mariza e expor a minha enorme vontade de ser mãe. Mariza me apresentou a Michele, mãe da linda Bia que mora no Rio de Janeiro, passamos a nos falar sempre e foi a Michele a minha querida cegonha, uma pessoa que chegou e iluminou a minha vida com sua amizade.

Michelle me falou de uma bio que estava em Fortaleza e que não poderia ficar com o bebê, me apresentou a Renata que mora em Fortaleza e foi através da Renata que pude acompanhar a gestação do meu pequeno príncipe.

Eu passei a acompanhar a sua gestação quando a biológica estava provavelmente em torno de 7 meses, ela havia feito apenas 1 consulta de pré natal apenas.

Eu não tive medo de acreditar, eu me lancei, eu tinha certeza que era o meu filho e que Deus estava no controle de todas as coisas.

O grande dia chegou e me ligaram de Fortaleza dizendo: seu filho nasceu, eu me lembro direitinho desse dia, eu chorava de emoção, comprei uma passagem para o outro dia e me mandei ai encontro do meu amor. Papai chegou 2 dias depois, mais babão que nunca.

Chegando lá fiquei na casa da Renata, um anjo na minha vida, que me acolheu, sem nem ao menos saber quem eu era, abriu as portas de sua casa e esteve comigo em todos os momentos que eu precisei, foi comigo até o hospital, pegou meu filho e me entregou nos braços, chorou comigo o caminho inteiro, eu olhava pra ele e chorava, parecia um sonho, um serzinho tão pequenininho, tão indefeso, com um macacãozinho branco, emprestado, pq nem roupinha ele tinha, era o bebê mais lindo que eu já tinha visto, fiquei em estado de graça.

Alguns dias depois levamos bio ao Fórum, legalizamos os papeis direitinho e quando tudo estava correto,  embarcamos rumo ao nosso lar , que nos esperava com todo amor. A família nos acolheu com todo amor, a felicidade era demais pra todo mundo.

E desde daquele dia, minha vida nunca mais teve dias tristes que um sorriso dele não curasse, hoje está um mocinho lindo de 6 anos, meu companheiro, o príncipe da casa, já está no primeiro ano, sendo alfabetizado, escrevendo cartinhas dizendo eu te amo mamãe.

Hoje a família cresceu, temos 2 princesas que vieram para completar a família, Rafaella e a Manuella  e são a paixão do irmão.

Somos felizes, a casa está sempre bagunçada, brinquedos espalhados por todos os lados, gritos, risadas, brigas, abraços, beijos, tudo que me faz uma mulher feliz e realizada.

Não existe uma fórmula para a maternidade, existe um desejo de ser mãe e um amor que não cabe no peito, um amor que chega doer. 

Foi isso que eu sonhei pra minha vida e realizei.

Meu pequeno assim que chegou


Hoje minhas riquezas



Ser Mãe é demais!

Beijos
Até

Frase do dia : Filhos são herança do Senhor!








postado às 00:30 por: